Juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, expediu quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão

A PF (Polícia Federal) prendeu o empresário Eike Batista na manhã desta quinta-feira (8), no Rio de Janeiro, em nova fase da Lava Jato, batizada de Segredo de Midas. 

As autoridades cumprem quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão. O objetivo da operação é encontrar provas relativas à manipulação do mercado de capitais e à lavagem de dinheiro.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro. 

R7 tenta contato com a defesa de Batista. 

Nova prisão

Batista foi preso em janeiro de 2017 e ficou três meses na a Cadeia Pública Bandeira Stampa (Bangu 9), no Rio de Janeiro. 

Em abril, o empresário deixou a prisão para cumprir a pena em casa. Eike foi liberado após determinação do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes. Desde então, cumpre prisão domiciliar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui