Promovido pelo grupo “Empreendendo no Lar Doce Lar”, encontro impulsiona mulheres de negócios e chama atenção para os cuidados necessários ao corpo e a saúde

09/10/2019 às 19:30

Por

Saúde, beleza, bem-estar e negócios. Estes são alguns dos temas que vão guiar a primeira edição do “Empreendendo com saúde”, que será realizado no dia 10 de outubro, a partir de 13h30, na sede da Feomércio. Idealizado pela chef confeiteira Danielle Neves, a Dani Formigueiro, do grupo “Empreendendo no Lar Doce Lar”, o evento terá uma programação composta por palestras, aulas e um coffee break para troca de experiências e networking. As participantes contarão com espaço de beleza e concorrerão, ainda, a brindes.

A iniciativa também quer reforçar a importância dos cuidados em meio à rotina agitada das mulheres. O ingresso será comercializado por R$ 10, mediante a uma doação de um quilo de alimento não perecível e apresentação de um exame atualizado (feito em 2019), como Mamografia, Papanicolau ou check-up. “Este evento vem suprir uma necessidade de a mulher empreendedora ter um tempo para refletir sobre seu bem-estar, cuidar de si. Sem saúde, os negócios não prosperam”, argumenta Formigueiro.

Criado em 2016, o Empreendendo no Lar é grupo de cerca de 300 mil pessoas que visa o fomento ao empreendedorismo feminino, com foco na geração de renda por meio da confeitaria. Liderado pela empreendedora do ramo, Dani Formigueiro, o grupo conta com ações nas redes sociais e eventos presenciais de capacitação e network.

Programa de pré-aceleração de startups Agita está com inscrições abertas

A Por Dentro de Minas é um portal que traz as principais notícias do Estado de Minas Gerais.

Motorista de caminhão morre ao capota e cair em ribanceira, em Contagem

Descubra a Groenlândia – destino para aventureiros e para quem ama a natureza

Polícia Civil realiza operação de repressão ao tráfico na capital

Sine Belo Horizonte oferece 77 vagas na quarta-feira, dia 9/10

Previsão do tempo para Minas Gerais nesta quarta-feira, 9 de outubro

Ônibus é incendiado por suspeito que alega ‘protesto a favor dos cobradores’ em Ribeirão das Neves

O AGITA abre vagas para Belo Horizonte, Ipatinga, Montes Claros, Uberaba e Divinópolis

13/08/2019 às 17:00

Por

Mais de 50 startups serão selecionadas para participar do programa de pré-acelaração do Sebrae Minas, o AGITA. Neste ano, o programa será realizado no Norte de Minas, Triângulo, Vale do Aço, Centro-Oeste e na capital mineira. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.agita.escoladosebrae.com.br.

O programa foi criado em 2016, com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento de novas ideias de negócios e estimular o mindset empreendedor dos participantes. A metodologia é voltada para o aprendizado “mão na massa” e desafia os participantes a criarem soluções para problemas reais de mercado. “O AGITA contribui para o surgimento de ideias e o desenvolvimento de modelos de negócios inovadores, permitindo que esses se tornem sustentáveis e escaláveis”, explica a analista do Sebrae Minas Liann Rodrigues.

As edições do AGITA já foram realizadas em 11 cidade mineiras. Neste segundo semestre de 2019, as vagas estão abertas em: Montes Claros (inscrições até 18/8), Uberaba (inscrições até 18/8), Ipatinga (inscrições até 25/8), Belo Horizonte (inscrições até 25/8) e Divinópolis (data a definir).

Para inscrever-se no AGITA é preciso formar um time de dois a cinco integrantes e seguir o regulamento descrito em edital. Os projetos devem estar em fase inicial de desenvolvimento (ideação). A partir da seleção dos times, começa uma jornada de 12 semanas (170 horas), divididas em oito módulos, que incluem atividades e conteúdos específicos como, palestras, mentorias, capacitações e networking com especialistas do mercado, tornando as equipes aptas a ir do “zero to hero”.

“A intenção é elevar o grau de maturidade, sustentabilidade e escalabilidade dos negócios selecionados, trabalhando para desenvolver o modelo de negócio e validá-lo junto ao mercado”, justifica a analista do Sebrae Minas.

Até o final deste ano, o programa de pré-aceleração do Sebrae Minas terá beneficiado mais de 200 startups mineiras, impactando aproximadamente 700 pessoas em todo o estado. Atualmente, O AGITA possui 40 parceiros estratégicos estaduais e três nacionais do segmento de inovação e tecnologia. São eles: Amazon Web Service, RD Station e ABSTartups.

Informações e inscrições: www.agita.escoladosebrae.com.br

Notícia destaca os principais institutos do mundo voltados para incentivar o empreendedorismo global e o intercâmbio cultural

12/06/2019 às 19:41

Por

A start-up Quick Brasil, do empresário mineiro Thiago Naves, foi citada, como case de sucesso, na matéria Short-Term Programs for Long-Term Success, publicada no dia 7 de junho pelo jornal americano The New York Times (//www.nytimes.com/2019/06/07/education/learning/global-training-programs-bootcamps.html?searchResultPosition=1). A notícia destaca os principais institutos do mundo voltados para incentivar o empreendedorismo global e o intercâmbio cultural. Um deles é o Massachusets Institute of Technology (MIT), onde Naves participou, em 2017, do programa Global Entrepreneurship Bootcamp. Foi durante a imersão, que ele e os sócios desenvolveram a Quick Brasil, projeto que rendeu a eles uma premiação inédita na época. Mais recentemente, em maio deste ano, o empresário esteve em Boston, a convite do MIT, para gravar um case sobre a start-up que passará a fazer parte da grade de cursos online do instituto.

A Quick Brasil foi criada como um clube de benefícios para o consumidor, uma ferramenta de defesa que se propõe a dar todo o suporte necessário, de forma prática e rápida, ao passageiro que foi prejudicado por uma empresa aérea.

Com uma solução inovadora, os consultores da Quick Brasil avaliam gratuitamente o problema do consumidor. Num próximo passo, caso haja um real direito à reparação, a start-up propõe ao cliente lesado pela companhia aérea o valor de R$ 1 mil em dinheiro, em até cinco dias úteis desde o início da reinvindicação.

Esta compensação confere um alívio financeiro imediato ao cliente, que renuncia à oportunidade de receber qualquer outro valor da companhia aérea em relação ao caso analisado. Logo depois, a empresa trabalha neste caso diretamente com a companhia e assume o risco de buscar a reparação financeira, podendo ou não receber o retorno.

O projeto já atendeu mais de 4 mil casos. O procedimento da Quick Brasil está amparado no conteúdo legal previsto pelo Código de Defesa do Consumidor, Código Civil e Lei 9.099/95.

Sobre o programa Global Entrepreneurship Bootcamp

O Global Entrepreneurship Bootcamp é um programa do Massachusets Institute of Technology (MIT), uma das melhores universidades do mundo, localizada nos Estados Unidos. Anualmente são selecionados empreendedores de diversos países e, em 2017, o treinamento aconteceu na Austrália. Ao todo foram mais de 50 mil inscritos para 120 vagas e o rigoroso processo seletivo levou em consideração critérios como iniciativa, contribuição para a comunidade, forma cultural, potencial de crescimento e empreendedorismo.

Durante o Bootcamp, os participantes foram separados em 23 times que deveriam escolher um projeto a ser desenvolvido. O escolhido pelo grupo do empresário Thiago Naves foi um projeto antigo seu: o Lar do Consumidor, uma plataforma online que buscava prestar informações qualificadas sobre as relações de consumo.

Até chegar ao modelo final, foram dias de trabalho intenso e poucas noites de sono, que resultaram na ida de Naves para a final junto com mais seis equipes. Na premiação, foram escolhidas as equipes vencedoras, mas o prêmio para o projeto do mineiro, que criou o “Quick Clain”, foi um bônus concedido pela banca, por considerar a empresa com mais chances de execução e uma ideia em que os próprios empresários investiriam seu dinheiro. O projeto teve o nome alterado para “Quick Brasil”, plataforma que hoje atende casos de consumidores com problemas com empresas aéreas e foco no alívio financeiro imediato como um diferencial.

Projetos de fomento aos pequenos negócios em Passos, Uberlândia, Entre Rios de Minas, Nova Lima, Capitólio, Paraguaçu e Ouro Branco estão entre os 160 selecionados em todo o país

04/06/2019 às 15:40

Por

 

 

 

 

 

 

Promovido pelo grupo “Empreendendo no Lar Doce Lar”, encontro impulsiona mulheres de negócios e chama atenção para os cuidados necessários…

Motorista teve traumatismo craniano e morreu no local

É incomum que alguém pense em viajar para a Groenlândia em vista de todas as possibilidades de destinos que temos…

Trio é suspeito de compor uma organização especializada em venda de cocaína em aglomerado

O que você sabe sobre indicação de condutor? Sabe quando ela pode ser realizada? Possivelmente, você deverá utilizar esse recurso…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui