Um situação causou revolta em alguns funcionários da RedeTV!, isso porque eles tiveram que trabalhar de graça no casamento do filho do dono da emissora, Amilcare Dallevo Jr.

Segundo o site Notícias da TV, Amilcare Dallevo Neto sobe ao altar com a modelo Júlia Pereira, neste final de semana, e alguns funcionários como marceneiros, motoristas e cabeleireiros foram convocados para ajudar na festa, no entanto, eles não vão receber por esse serviço extra.

Os funcionários ficaram revoltados por terem que trabalhar fora do seu horário de expediente, e além de tudo não serem remunerados por isso. Os trabalhadores selecionados só receberam um auxílio refeição no valor de R$ 30,00.

Ainda de acordo com a publicação, os chefes de departamento informaram que os trabalhadores não poderiam marcar nenhum compromisso para os dias 20 e 21 de setembro, já que deveriam ficar à disposição da emissora.

A pré-festa e o casamento aconteceram em Caraguatatuba, no litoral de São Paulo, e as equipes selecionadas foram levadas até o local para executarem o seu serviço.

Aos poucos, a RedeTV! vem montando suas estruturas a fim de conseguir reerguer a audiência perdida ao longo dos últimos tempos, e recentemente lançou novas atrações matinais, de segunda à sexta.

Visando conquistar mais o público, de acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, do portal UOL, Ricardo de Barros, diretor artístico da emissora, trabalha com o lançamento de novos formatos na programação, ainda para este segundo semestre. Saiba mais!

Veja também:

Cadê a humanidade desse povo ninguém é obrigado trabalhar de graças em qui mundo vivemos

Não acredito!!!!

No Brasil em crise, muitos fazem hora extra e não recebem. Nem em folgas

Manda quem pode

Isso é comum. Trabalhar de graça em festa de patrões garante o emprego.

Que absurdo.

Justiça do trabalho neles!!

Esses aí apoiam o Bolsonaro ,ta explicado …o rico cada vez mais rico o pobre cada vez mais pobre

A rede TV é safada minha filha trabalhou lá e eles não pagam o FGTS dos funcionários mas descontam da Folha.

Sem palavras!

Eles escravizaram os funcionários mais simples. Será porquê??? Lamentável essa atitude.

Muita exploração so porque precisamos de emprego mas fazer o que.

Molecagens e se dizem ricos isso chama de escravidão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui