(Foto: Reprodução)

O senador José Serra (PSDB-SP) e a filha Verônica Allende Serra estão na região Sul da Bahia desde o início da pandemia de covid-19, segundo a CNN Brasil. A cidade em que estão não foi divulgada. Os dois foram denunciados por corrupção e lavagem de dinheiro em meio à operação Lava Jato nesta sexta-feira (3). Pela manhã, a Polícia Federal cumpriu oito mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao político em São Paulo e no Rio.

Na casa de Serra em São Paulo está apenas a esposa dele, Silva Mõnica, segundo um agente da PF disse à emissora. Advogados do senador estavam presentes para acompanhar a ação, mas não foram autorizados a entrar no endereço. Os agentes deixaram a casa ainda pela manhã.

Segundo a denúncia, Serra usou o cargo de governador entre 2006 e 2007 para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul. A empresa fez os pagamentos por meio de uma rede de empresas no exterior, para que o real beneficiário não fosse detectado.

O empresário José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e por meio delas receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador de São Paulo. A denúncia segue em sigilo.