Nascido em Barcelona, DJ foi indicado ao Grammy Latino de melhor álbum de música instrumental em 2002. Padilla foi diagnosticado com câncer de cólon. DJ José Padilla, ícone das festas em Ibiza, morre aos 64 anos
Reprodução/Facebook
Símbolo das festas de Ibiza, o produtor musical espanhol José Padilla faleceu no domingo (18), aos 64 anos, vítima de câncer, informou sua equipe.
“Com infinita tristeza comunicamos que José Padilla faleceu em paz, enquanto dormia em sua querida ilha de Ibiza”, informa uma mensagem publicada na segunda-feira (19) à noite em sua página do Facebook.
Initial plugin text
Nascido em Barcelona em dezembro de 1955, Padila se mudou com 20 anos para Ibiza, onde iniciou a carreira como DJ, que rendeu inclusive uma indicação ao Grammy Latino de melhor álbum de música instrumental em 2002.
Sua fama explodiu na década de 1990, quando se tornou o DJ residente no ‘Café del Mar’, um dos locais mais conhecidos da ilha.
Ele se tornou um dos músicos de maior do destaque do estilo “chill-out”, composições ambientais que acompanhavam os jovens que se reuniam a cada verão neste local situado na cidade turística de Sant Antoni de Portmany.
“O pôr do sol em Ibiza nunca mais será o mesmo sem ele”, afirma a mensagem publicada no Facebook por amigos e familiares.
Como o próprio José Padilla explicou nesta rede social, em julho ele foi diagnosticado com um câncer do cólon em julho, do qual foi operado em agosto.
Nas últimas mensagens, ele informou que passava por dificuldades depois de cinco meses sem renda pelo cancelamento de eventos provocado pela pandemia e pedia doações aos fãs.