Antes exemplo de enfrentamento à pandemia, Portugal vê a segunda onda da Covid-19 se alastrar de forma preocupante. Com isso, em uma tentativa de minimizar os avanços da doença, o uso de máscaras de proteção se tornou obrigatório a partir desta quarta-feira, 28. O acessório é exigido para crianças a partir dos 10 anos e deve ser usado quando não for possível manter o distanciamento. A norma passou a vigorar no mesmo dia em que o país bateu um novo recorde diário, com 3.960 novas infecções pelo coronavírus.

A determinação vale por 70 dias e o não cumprimento pode acarretar em multa de até 500 euros, o equivalente a R$ 3.350. Com a alta nos casos, o governo não descarta a possibilidade de adotar novas medidas de restrição à mobilidade. Agora, a preocupação agora é o com o feriado de Finados. Para evitar aglomerações, os pequenos deslocamentos dentro do país estão proibidos.

*Com informações da repórter Camila Yunes