Gravação produzida por Gustavo Ruiz e Júlio Feijuca atrai mais pelo suingue suave e sinuoso do que pela música em si. Capa do single ‘Psiu’, de Liniker
Caroline Lima
Resenha de single
Título: Psiu
Artista: Liniker
Compositora: Liniker
Edição: Boogie Naipe / Altafonte (distribuição)
Cotação: * * 1/2
♪ Descontada a regravação de Barato total (Gilberto Gil, 1974), feita por Liniker para a trilha sonora da série Amor e sorte (TV Globo) e editada em single em 5 de outubro, o lançamento da inédita música Psiu marca o efetivo início da carreira solo da cantora e compositora paulista.
Descolada dos Caramelows, grupo com o qual iniciou trajetória profissional em 2015 e do qual se separou em fevereiro deste ano de 2020, Liniker de Barros lança o single Psiu nesta sexta-feira, 30 de outubro, com o selo da Boogie Naipe, produtora criada por Mano Brown em 2009.
Psiu é composição de autoria da própria Liniker, que, além de cantar, toca wurlitzer, pandeirola e kalimba na gravação produzida pelos músicos Gustavo Ruiz (baixo e programações) e Júlio Feijuca (violão e programações).
Marcada pelas inusitadas imagens poéticas da letra, exemplificadas pelos versos “Borrifou um segredo pra fazer a lua / Temperou com calma teu desassossego / Empanou com areia tua calma santa / Salvou um beijo”, Psiu está longe de ser música arrebatadora, capaz de personificar o “novo momento” apontado por Liniker no texto em que conceitua social e filosoficamente o single que gravou nos estúdios Brocal e Navegantes, na cidade de São Paulo (SP), com arranjo criado pela artista com os dois produtores musicais do fonograma.
Perpassada por suingue suave e sinuoso, evidenciado na marcação do baixo que introduz a faixa e também na passagem instrumental do último dos cinco minutos do single, a gravação de Psiu deixa a impressão de que a poesia incomum da música pedia melodia mais atraente.
Após um EP (Cru, de 2015) e dois álbuns (Remonta e Goela abaixo, de 2016 e 2019) com os Caramelows, o single Psiu deixa a impressão de que Liniker ainda precisa se encontrar nesse novo momento solo para achar um caminho e dar continuidade à carreira com a potência e o potencial anterior.
Single ainda titubeante, com sonoridade mais envolvente do que a música em si, Psiu simboliza somente o inicio da busca por esse novo caminho.