Ator interpretou o agente James Bond pela primeira vez em 1961. Ele ganhou um Oscar de melhor ator coadjuvante em 1988. Sean Connery: como 007 nos anos 70, em ‘Uma ponte longe demais’ (1977) e em ‘Encontrando Forrester’ (2000)
Divulgação/MGM/Columbia Pictures
O ator escocês Sir Sean Connery, que morreu neste sábado (31) aos 90, foi da marinha do Reino Unido por três anos. Ele concorreu a mister universo em 1953 (na categoria altura) e, depois disso, conseguiu pequenos papéis em peças de teatro.
Sean Connery, ícone do cinema e 1º James Bond, morre aos 90 anos
Sean Connery durante as filmagens de 007 – Nunca Mais Outra Vez
Reprodução/AFP
A partir de 1955, começou a trabalhar em séries de TV e filmes.
Sean Connery em ‘007: Nunca mais outra vez’
Divulgação
Em 1961, ele conseguiu seu primeiro trabalho como ator principal. O filme foi Operação Conquista, uma comédia em que ele interpreta um vendedor ambulante ilegal que se vê forçado a se alistar no exército.
Sean Connery morre aos 90 anos
No ano seguinte, ele atuou pela primeira vez no papel de James Bond, o agente 007, no filme O Satânico Dr No.
Os filmes de James Bond são uma adaptação para o cinema de uma série de livros do autor Ian Fleming.
Connery tinha 30 anos na época. Ele concorreu pelo papel com outros atores, mais famosos na época. De acordo com o jornal “The Telegraph”, a mulher do produtor do filme insistiu para que o escocês fosse o escolhido porque ele era o mais atraente.
Sean connery e Karin Dor em cena de “Com 007 Só Se Vive Duas Vezes”
Reprodução
Connery interpretou Bond nos seguintes filmes:
O Satânico Dr. No
Moscou Contra 007
007 Contra Goldfinger
007 Contra a Chantagem Atômica
Com 007 Só Se Vive Duas Vezes
007 – Os Diamantes São Eternos
007 – Nunca Mais Outra Vez
Ele chegou a desistir de interpretar James Bond no fim dos anos 1960 –foi substituído por um outro ator no filme 007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade–, mas em 1971 recebeu uma oferta generosa para fazer um último episódio. Assim, ele voltou a ser o agente secreto em Os Diamantes São Eternos e 007 – Nunca Mais Outra Vez.
Sean Connery ao lado do Aston Martin DB5 em ‘007 contra Goldfinger’ (1964)
Divulgação/MGM
Em 1988, ele recebeu um Oscar de melhor ator coadjuvante pelo seu papel em Os Intocáveis. dois prêmios Bafta e três Globos de Ouro.
Ele também atuou em filmes como A Caçada ao Outubro Vermelho, Indiana Jones e a Última Cruzada e A Rocha.
Em 1988, Sean Connery ganhou um Oscar por um papel coadjuvante no filme Os Intocáveis
Bob Riha/Reuters
Sean Connery em 2001, na abertura de um teatro no Reino Unido
Jeff J Mitchell/Reuters
Sean Connery em 2003, em Edinburgo, na Escócia
Jeff J Mitchell/Reuters
Sean Connery na estreia do filme A Liga Extraordinária, de 2003
Reuters
Moscou contra 007
Divulgação
Eunice Gayson e Sean Connery em ‘Dr. No’, de 1962
Divulgação
O ator Sean Connery, em cena de ‘007 contra Goldfinger’.
Divulgação
Sean Connery em 1987, quando atuou no filme O Nome da Rosa
Gerald Penny/AP
(