Márcia Tauil dá voz ao cancioneiro de Roberto Menescal no álbum ‘Pro Menesca…’
Reprodução / Vídeo
♪ Cantora mineira residente em Brasília (DF), Márcia Tauil gravou Estrada Delhi-Rio – parceria de Roberto Menescal com José Carlos Costa Netto apresentada em disco em 1997 – no primeiro álbum da artista, Águas da cidade, lançado em 1999.
Decorridos 21 anos, a cantora pega novamente Estrada Delhi-Rio. A composição é uma das oito faixas da segunda parte do álbum Pro Menesca…, prevista para ser lançada em dezembro deste ano de 2020.
Trata-se da sequência do tributo fonográfico de Tauil e do violonista Felix Junior ao compositor carioca Roberto Menescal, parceiro e padrinho artístico da cantora. O primeiro volume do álbum Pro Menesca… foi lançado em 17 de julho com a participação do homenageado em Fuso horário, inédita versão com letra (de Reginaldo Mil) do Fuji samba (2003).
A segunda parte do álbum Pro Menesca… será anunciada oficialmente na sexta-feira, 6 de novembro, com a edição do single com inédita versão em japonês de Japa, parceria de Roberto Menescal com Paulo César Feital apresentada em 1997 em gravações quase simultâneas dos cantores Jorge Aragão (com a participação de Menescal) e Tárcio Cardo.
A versão em japonês da música foi escrita por Michinari Usuda a convite da própria Márcia Tauil para a gravação feita pela cantora e pelo violonista Felix Junior com o toque da guitarra do próprio Menescal.
Além de Japa, a sequência do álbum Pro Menesca… traz no repertório as músicas O barquinho (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli, 1961), Amanhecendo (Roberto Menescal e Luís Fernando Freire, 1963), Rio (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli, 1963), Vagamente (Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli, 1963), Bye bye Brasil (Roberto Menescal e Chico Buarque, 1979) e Longa metragem (Roberto Menescal e J. C. Costa Netto, 1992).
Além de tocar guitarra em Japa, Menescal pôs o violão de nylon na gravação de Vagamente, música cantada por Márcia Tauil em dueto com Sabrina Parlatore.