Abrindo mais um processo judicial, a campanha do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pede que a contagem de votos na Georgia seja interrompida.  No momento, estima-se que 94% das urnas do estado já foram apuradas, sendo que, segundo o jornal The New York Times, Trump aparecia com 49,9% dos votos enquanto seu oponente somava 48,9. Como a disputa está apertada, com uma leve vantagem do democrata Joe Biden, o republicano precisa vencer no estado para seguir vivo na corrida pela Casa Branca.

Pedidos similares aconteceram em outros estados-chave, como Pensilvânia, Michigan e Wisconsin. Nos dois últimos, a campanha do republicano pediu que os votos sejam recontados após vitórias do democrata. Já na Pensilvânia, Trump pediu a interrupção da contagem de votos. O republicano tinha uma grande vantagem sobre Biden no começo do dia. Entretanto, ela foi caindo e, no momento, está na casa dos 3,1% com 88% das urnas apuradas. No momento, Biden tem 264 delegados e está a seis de ser eleito presidente dos EUA. Trump, por sua vez, tem 214 e precisa ganhar nos estados restantes para se reeleger.

*Com informações do Estadão Conteúdo