O presidente eleito no pleito do dia 18 de outubro, Luis Arce, do partido Movimento ao Socialismo (MAS), foi alvo de um atentado na noite desta quinta-feira, 05, informou o porta-voz do MAS, Sebastian Michel em programa de TV Local. O ataque com dinamite aconteceu em uma casa em La Paz onde Arce estava reunido com partidários. “Estamos muito preocupados com o que está se passando”, disse Michel em entrevista. O porta-voz também reclamou que o presidente eleito não ganhou proteção policial após as eleições. Com o atentado, a polícia compareceu ao local para iniciar investigação. Não há informações de feridos.

Luis Arce é do mesmo partido que Evo Morales, ex-presidente da Bolívia que foi obrigado a fugir para o México no ano passado depois que a polícia e o exército do país o ameaçaram. Com a saída de Morales, a “presidenta interina” Jenine Áñez assumiu o poder e passa as funções a Arce em evento realizado no próximo domingo, 08. As eleições do mês passado tem causado muitos protestos pelo país e o governo interino chegou a enviar uma carta ao Supremo Tribunal Eleitoral nesta quinta-feira pedindo uma auditoria nas eleições.