No fim da noite desta sexta-feira, 06, o candidato democrata Joe Biden, ao lado da vice Kamala Harris, fez um discurso para seus apoiadores e evitou dizer que ganhou as eleições presidenciais nos Estados Unidos, que ainda não teve sua apuração encerrada. Apesar de não cravar a vitória, Biden disse estar confiante que vai vencer e comentou sobre alguns de seus projetos para o país como no embate à pandemia da Covid-19 e na retomada econômica e geração de empregos. “Nós não temos uma declaração final de vitória, mas os números nos dizem uma historia convincente. Nós vamos vencer essa eleição. Há 24 horas estamos atrás na Pensilvânia e na Geórgia e vamos vencer. Estamos ganhando no Arizona e Nevada, onde nossa liderança dobrou. Estamos na direção do número magico e vamos ganhar com uma grande maioria. Estou orgulhoso de quão bem estamos no país inteiro. Nós reconstruímos a parede azul que desmoronou há quatro anos atrás”, disse.

“Enquanto esperamos o resultado final, não esperamos para trabalhar. Ontem eu e a senadora Harris nos reunimos com autoridades de saúde e falamos sobre a pandemia que preocupa o pais. Os casos estão subindo muito, talvez alcancemos 200 mil casos em um só dia. São mesas que se esvaziam pelo país. Eu sei como é perder alguém. Eu quero que saibam que não estão sozinhos, meu coração está com vocês. Desde o primeiro dia teremos um plano para lidar com a pandemia. A senadora Harris e eu também ouvimos sobre as 20 milhões de pessoas que estão sem emprego. Nós temos um plano econômico de recuperação forte”, explicou. Biden voltou a reforçar a importância de se contar todos os votos enviados por correio porque “presentam votos, eleitores, homens e mulheres que exercitaram seu dever de deixar sua vontade clara”.

“As tensões estão altas depois de uma eleição dura, mas precisamos ser pacientes e deixar que o processo se desenrole enquanto os votos são contados. A democracia funciona e o seu voto será contado. Não deixarei que parem esse processo, as pessoas serão ouvidas. Nos EUA nós temos posições fortes, desavenças e desacordo e isso é bom e saudável, é sinal de um debate vigoroso. Temos que nos lembrar que o propósito da nossa política não é evitar o conflito. Nós temos que resolver problemas, garantir justiça e dar a todos uma chance boa. Somos oponentes mas não inimigos, não importa em quem você votou. A maioria dos americanos que votaram querem que a gente caminhe junto, que tenhamos uma atitude civilizada, nós temos que tentar. Eu representarei toda a nação como presidente”, finalizou Biden.