O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, usou as redes sociais nesta segunda-feira, 9, para informar que foi diagnosticado com o novo coronavírus e que vai ficar isolado até se recuperar totalmente da doença. “Não há pessoas de sorte para as quais a Covid-19 não represente uma ameaça. Apesar de todas as medidas de quarentena, testei positivo”, afirmou o político. Ele afirmou estar se sentindo bem e tomando vitaminas. “Prometo me isolar, mas continuo trabalhando”, finalizou Zelensky, que tem 42 anos e assumiu a presidência do país em maio de 2019.

“Vou superar a Covid-19 como a maioria das pessoas”, afirmou o presidente em outra publicação. Além do presidente, o chefe de gabinete do governo, Andriy Yermak, também testou positivo para a doença. Outros funcionários que trabalhavam presencialmente com o presidente foram submetidos a testes, mas não tiveram resultados divulgados até o momento. Do começo da pandemia até agora, o país, com 41,9 milhões de habitantes, tem 8,5 mil mortes por Covid-19 registradas e 469 mil infecções da doença. Nas últimas 24 horas, 115 novos óbitos foram registrados.