Com mais de seis milhões de infectados e quase 173 mil mortos pela Covid-19, os novos prefeitos terão a missão de evitar que o Brasil enfrente uma segunda onda da doença. A psicóloga Vanise Santos, de 49 anos, ressalta que votar este ano foi ainda mais fundamental diante de um cenário de pandemia. “Por tudo que está acontecendo o voto se torna ainda mais importante do que já era. Acho que apesar da condição da pandemia, exercer o voto nesse momento, no Brasil, é um ato muito importante para a gente marcar posição diante de tudo que está acontecendo. A gente precisa de um outro tipo de governo, um governo mais preocupado com a população e que faça o seu papel.”

Para o aposentado Eduardo Baronian, de 65 anos, os prefeitos eleitos deverão estar ao lado do povo. “Um candidato que dá apoio para a saúde, que está junto com o povo sensibilizado com a situação”, opina. A mesma preocupação com a Covid-19 foi vista durante a votação neste domingo, 29, segundo turno das eleições municipais em todo o país. Uma das principais recomendações era o uso obrigatório de máscara, algo que foi seguido pela grande maioria dos eleitores. Já no caso dos mesários e fiscais, além da máscara, muitos também utilizavam o face shield para garantir uma maior proteção.

Apesar de o início do dia ter sido reservado para pessoas com mais de 60 anos, o Marcos Vieira preferiu votar às 16h, horário próximo do fechamento das urnas. “Foi tranquilo, horário que eu vim também estava tranquilo, vazio, praticamente não tinha fila. Tudo muito certinho dentro da seção”, afirma. O Luís Alberto, de 60 anos, também votou no período da tarde e aprovou os protocolos sanitários adotados. “Nos horários que eu vim vazio e os protocolos de higiene tranquilos, pessoal respeitando a distância, disponível álcool gel dentro da votação. Você vota, passa a mão no álcool gel, tranquilo. Perfeito”, opinou. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) avalia que as medidas de prevenção foram bem sucedidas, garantindo a realização de eleições de maneira segura.

*Com informações da repórter Letícia Santini