Diante da pandemia do coronavírus, a Semana Nacional da Conciliação será virtual em 2020. Com o tema: “Conciliação: menos conflito, mais resultado”, a 15ª Edição será aberta nesta segunda-feira, 30, em todo o país; iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais estaduais. Desde 2011, foram realizadas 1,1 milhão de conciliações no Estado de São Paulo, volume considerado expressivo. No entanto, o estado possui 27 milhões de processos. Por isso, o modelo de solução de conflitos tem sido adotado e incentivado para que haja uma justiça mais rápida e célere para as partes envolvidas. Neste ano, não haverá uma centralização das atividades no Parque da Água Branca, como nos anos anteriores. Desta vez, tudo será feito de maneira remota, virtualmente pela internet. É preciso acessar o site do Tribunal de Justiça de São Paulo para adesão. 

O juiz Ricardo Pereira Júnior, coordenador dos Cejuscs, Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania, do Tribunal de Justiça de São Paulo, reforça a mediação desde a fase pré-processual e lembra que a conciliação está disponível durante todo o ano. “Eventualmente na justiça as pessoas podem buscar a solução dos seus conflitos por meio de uma conciliação que vai alcançar o resultado rápido, muito rápido, se comparado ao processo porque ela não discute pontos de vista, muitas vezes não discute provas. Ela busca, exclusivamente, realinhar as expectativas de convivência das pessoas para que elas saiam com o problema resolvida. Basicamente, a ideia é permitir que as pessoas saiam com o seu conflito resolvido”, explica. Uma cerimônia virtual irá reunir integrantes do poder judiciário para marcar o início da Semana da Conciliação. A Política Judiciária Nacional de Tratamento Adequado dos Conflitos de Interesses no âmbito do Poder Judiciário, instituída pela Resolução do CNJ completou 10 anos. Na última edição, em 2019, foram feitas mais de 320 mil audiências, garantindo a homologação de R$ 2 bilhões em acordos.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos