A Itália atingiu neste sábado, 12, o total de 64.036 mortes causadas pela Covid-19 desde o início da pandemia, o maior número de óbitos pelo novo coronavírus na Europa, superando o Reino Unido. O Ministério da Saúde italiano relatou 649 mortes nas últimas 24 horas e 19.903 novos casos positivos. Em todo o mundo, os Estados Unidos registram o maior número de mortes da doença, com 295.539 falecimentos, de acordo com o balanço da agência de notícias AFP, seguidos por Brasil (180.437), Índia (142.628) e México (113.019). Na Europa, a Itália ultrapassou o Reino Unido neste sábado, que soma 64.026 mortes e agora é seguida por França (57.567), Espanha (47.624), Rússia (46.453) e Polônia (22.676). Nos últimos sete dias, entre os países europeus, a Itália documentou o maior número de novas mortes – 4.522.

A Itália foi o primeiro país da Europa atingido pela onda de infecções no início do ano. Em 6 de maio, o Reino Unido ultrapassou a Itália em número de mortos, com quase 30 mil, e por um período a península do sul da Europa parecia ter resistido bem à crise sanitária. Mas, apesar dos testes em massa, os casos começaram a aumentar novamente nas últimas semanas, como em outros países, e, inevitavelmente, as mortes acompanharam o ritmo. Desde 1º de novembro, a Itália teve 25.418 mortes, quase o mesmo número que entre 2 de abril e final de outubro (25.463).

*Com informações do Estadão Conteúdo