O presidente do Chile, Sebastián Piñera, informou neste domingo, 20, que espera iniciar a vacinação contra a Covid-19 já na próxima semana. A ideia do governo chileno é utilizar o imunizante da Pfizer/BioNTech, aprovado pelo órgão regulador na última quarta-feira, nos profissionais da saúde. Para isso, o mandatário disse que espera a chegada de cerca de 20 mil doses.

“Esperamos iniciar o processo de vacinação no Chile na próxima semana e vamos começar com as pessoas que estão na linha de frente, nas unidades críticas, atendendo os pacientes críticos”, disse Piñera. “A vacinação não é apenas para proteger nós mesmos, é um ato de solidariedade, porque um protege todos”, complementou o mandatário.

O anúncio acontece no momento em que o Chile registra um aumento de 22% na quantidade de contágios. Na primeira etapa, 9.875 pessoas serão vacinadas. O imunizante exige a aplicação de duas doses, explicou Enrique Paris, o ministro da Saúde, em uma entrevista publicada pelo jornal “La Tercera.”