A Suíça deve iniciar sua campanha de vacinação contra a Covid-19 no dia 4 de janeiro com o imunizante desenvolvido pela Pfizer em parceria com a BioNTech, que recebeu aprovação da agência reguladora do país, a Swissmedic, neste sábado, 19. A autorização é a primeira no mundo que segue o procedimento normal, não emergencial. Os primeiros suíços a serem vacinados serão os idosos, que devem ser atendidos por unidades móveis que irão até suas casas ou asilos especialmente para imunizá-los. Na capital Zurique, especificamente, a prioridade será tanto os maiores de 75 anos quanto as pessoas com determinadas doenças pré-existentes. A partir do dia 11 de janeiro, começará a imunização dos maiores de 65 anos, profissionais da saúde e residentes de asilos. O restante da população só deve receber as doses a partir de abril.

Dessa forma, a Suíça aprovou um imunizante contra o novo coronavírus antes da União Europeia, mas só deve começar a sua campanha de vacinação depois dos 27 países que fazem parte do bloco econômico. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) autorizou o uso da vacina da Pfizer com a BioNTech nesta segunda-feira, 21, sendo que as primeiras aplicações devem acontecer ainda nos dias 27, 28 e 29 de dezembro.

*Com informações da EFE