O primeiro-ministro da Irlanda, Micheál Martin, comemorou nesta quinta-feira, 24, o acordo entre Reino Unido e União Europeia (UE). A relação comercial foi selada pós-Brexit, processo de acordo durou cerca de 11 meses. Em seu Twitter, Martin fez um agradecimento especial à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e a Michel Barnier, negociador-chefe da equipe da UE. “Sentiremos saudades do Reino Unido na União Europeia, o fato de já termos um acordo fechado significa que agora podemos nos concentrar em como administraremos um bom relacionamento nos próximos anos”, escreveu o primeiro-ministro. O ministro das Relações Exteriores da Irlanda, Simon Coveney, celebrou alguns pontos positivos para o país após o Brexit: mercado único e seguro para a Irlanda, sem tarifas ou cotas no comércio e um novo começo para as relações com o Reino Unido. Coveney também comemorou o fim das “fronteiras duras”.

A necessidade de consenso entre as partes acontece após saída do Reino Unido do bloco europeu – o processo, que durou 4 anos, ficou conhecido como Brexit. O fim do processo de negociações acontece sete dias antes da finalização do período de transição. Com a definição, a partir de 1º de janeiro, as regras para o comérciocirculação de pessoas e negócios devem seguir as exigências estabelecidas entre as partes nesta quinta. Agora, o texto ainda será encaminhado para as 27 nações que compõe a União Europeia. No entanto, segundo o Parlamentou Europeu, é tarde demais para que a aprovação aconteça antes do primeiro dia de 2021, o que pode colocar em prática um termo provisório.