O antigo rancho Neverland de Michael Jackson, na Califórnia, foi vendido ao empresário bilionário Ron Burkle, informou o porta-voz do comprador nesta quinta-feira, 24. A propriedade havia sido abandonada pelo astro pop em 2005 após ser invadida pela polícia sob denúncias de abuso sexual infantil. Segundo o Wall Street Journal, o local com área de cerca de 1,1 mil hectares foi vendido por US$ 22 milhões, preço muito abaixo do que era negociado em 2015, de US$ 100 milhões. No ano seguinte, o valor tinha caído para US$ 67 milhões. Logo que o rancho foi colocado à venda, em 2014, ele estava avaliado em US$ 30 milhões, conforme noticiado à época.

Para Burkle, a propriedade localizada em Los Olivos, perto de Santa Bárbara, é uma oportunidade de investimento imobiliário, disse o porta-voz por meio de nota. Além de uma residência principal de 1.161 metros quadrados e uma casa com piscina de 342 metros quadrados, o grande rancho possui um prédio separado com um cinema para 50 pessoas e um estúdio de dança. Outras características do local são uma estação de trem no estilo Disney, um corpo de bombeiros e um celeiro. Burkle é o acionista controlador da Soho House, um clube exclusivo para membros com escritórios em Los Angeles, Miami, Nova York e Toronto, e foi sócio de Michael Jackson. Ele também é cofundador da firma de investimentos Yucaipa Companies.

Segundo o porta-voz do bilionário, Burkle estava sobrevoando a região recentemente para explorar uma propriedade vizinha, em Zaca Lake, para implantar uma nova filial da rede de clubes privados. Foi quando viu o rancho e, depois, resolveu fazer uma oferta de compra. Michael Jackson teria pago US$ 19,5 milhões pelo rancho na década de 1980. A empresa de investimentos Colony Capital, de Thomas Barrack Jr., comprou a propriedade do cantor, então muito endividado, por US$ 22,5 milhões um ano antes da morte do artista. Burkle havia trabalhado como assessor da estrela pop em assuntos comerciais, inclusive com a resolução de dívidas contraídas pelo luxuoso estilo de vida que ele levava.

A enorme mansão foi convertida por Jackson em um refúgio de conto de fadas que lembra a história do personagem Peter Pan, o menino que nunca cresce. Foi ali também que o astro escreveu alguns dos principais sucessos. Porém, Neverland também foi um lugar infame ao qual o artista convidada crianças para visitar e dormir, sendo cenário para supostos abusos sexuais dos menores de idade, segundo acusações. Após a morte do cantor, em 2009, o local foi rebatizado de Sycamore Valley Ranch.

*Com Estadão Conteúdo e agências internacionais