Segundo reportagem do jornal The Washington Post, em telefonema extraordinário ocorrido no sábado,2, com duração de uma hora, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu ao secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, que ele “encontrasse” votos suficientes para reverter sua derrota na eleição ocorrida em novembro e vencida por Joe Biden. O jornal teve acesso a uma gravação da conversa, na qual Trump teria tentado persuadir o secretário. Na ligação, Raffensperger e o conselheiro geral de seu escritório rejeitaram as afirmações de Trump, explicando que o presidente está contando com teorias da conspiração desmentidas e que a vitória do presidente eleito Joe Biden com 11.779 votos na Geórgia foi justa e precisa. Trump, por sua vez, não teria aceitado esses argumentos.

“O povo da Geórgia está com raiva, o povo do país está com raiva”, disse ele. “E não há nada de errado em dizer, você sabe, hum, que você recalculou”, disse o atual presidente dos Estados Unidos. Trechos da gravação foram publicados pelo jornal em seu site. Por sua vez, Raffensperger respondeu a Trump que o presidente teria o desafio de que seus dados estariam errados. Em outro ponto da conversa, Trump disse: “Então olhe. Tudo que eu quero fazer é isso. Só quero encontrar 11.780 votos, um a mais do que nós. Porque ganhamos o Estado”.

* Com Estadão Conteúdo