Os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre (DEM), publicaram mensagens repudiando a invasão de apoiadores do presidente Donald Trump ao Capitólio dos Estados Unidos durante a cerimônia que formalizaria a eleição do democrata Joe Biden nesta quarta-feira, 6. Pelo twitter, o deputado disse que a invasão era instigada por extremistas e representava um “ato de desespero de uma corrente antidemocrática que perdeu as eleições”. “Fica cada vez mais claro que o único caminho é a democracia”, afirmou. O representante do Senado disse que a casa acompanha o desenrolar dos acontecimentos e envia a solidariedade aos congressistas e ao povo americano.

“As imagens da invasão ao Congresso americano, em uma tentativa clara de insurreição e de desprezo ao resultado das eleições por parte de um grupo,são inaceitáveis em qualquer democracia e merecem o repúdio e a desaprovação de todos os líderes com espírito público e responsabilidade”, disse Alcolumbre. Além dos representantes das casas brasileiras, outros políticos também se posicionaram contra a invasão, a considerando como uma tentativa de “golpe de estado”. Até o momento, o presidente Jair Bolsonaro, que mantém boa relação com Donald Trump, não se posicionou sobre o assunto.