Em uma carta enviada a colegas do Capitólio nesta quinta-feira, 8, a democrata e presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, afirmou que conversou com o Chefe do Estado-Maior do Exército, general James C. McConville, sobre a possibilidade de bloquear o acesso do republicano Donald Trump aos códigos nucleares do país. “Segundo a mensagem, a conversa com o general foi para “previnir que um presidente instável inicie hostilidades militares ou ordene um ataque nuclear”. “Devemos fazer tudo ao nosso alcance para proteger o povo norte-americano”, afirmou. O pedido de Pelosi é feito pouco mais de 10 dias antes do presidente deixar o cargo. Não há, porém, informações sobre se o pedido deve ou não ser acatado.

A quinta morte causada pela invasão ao Capitólio dos Estados Unidos na última quarta-feira foi confirmada nesta sexta. A vítima era um policial. Até o momento, mais de 60 pessoas foram presas e a polícia de Washington D.C. busca uma série de suspeitos com base em fotos tiradas no local. Nessa quinta, a prefeita da capital dos EUA, Muriel Browser, pediu que Donald Trump fosse responsabilizado pela invasão. Poucas horas depois, o presidente publicou novo vídeo nas redes sociais tentando desvincular sua imagem do ocorrido. Nesta sexta, Trump afirmou que não vai participar da cerimônia de posse de Joe Biden, marcada para 20 de dezembro. A vitória do democrata foi oficializada após a invasão, ainda na quarta.