Os Estados Unidos registraram um novo recorde de mortes diárias por Covid-19 nesta sexta-feira, 8. Só nas últimas 24 horas, foram registrados mais de 4 mil óbitos por contaminação do novo coronavírus, elevando o número total desde o início da pandemia a 365,4 mil. Anthony Fauci, o principal especialista em doenças infecciosas do país, acredita que a quantidade de vítimas continuará aumentando nas próximas semanas de janeiro. Em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times, ele explicou que o fenômeno é um reflexo do aumento de viagens e reuniões durante as festas de final de ano. Futuro conselheiro do presidente eleito Joe Biden, o médico destacou que ainda é possível mitigar a aceleração aderindo estritamente a medidas de saúde pública, como o distanciamento social e o uso de máscaras.

Enquanto isso, a campanha de vacinação contra a Covid-19 nos Estados Unidos segue em passos mais lentos do que o esperado pelo governo de Donald Trump. De acordo com o The New York Times, até agora 5,9 milhões de pessoas receberam a primeira dose do imunizante, seja ele da Moderna ou da PfizerBioNTech. O número está bem abaixo da meta que as autoridades federais haviam estabelecido, já que planejavam inocular pelo menos 20 milhões de cidadãos antes do final de dezembro.

*Com informações da EFE