Esquecer senhas é normal diante da quantidade de sites, redes sociais e cadastros que as pessoas fazem diariamente. Mas e se essa falta de memória custasse mais de R$ 1 bilhão? Esta é a situação enfrentada pelo alemão Stefan Thomas. Para ser mais exato, o engenheiro erradicado no Vale do Silício tem apenas duas chances para se lembrar do código que dá acesso a sua carteira eletrônica com 7,002 unidades de bitcoin. Pela cotação desta quarta-feira, 13, um bitcoin está valendo aproximadamente US$ 35 mil, o que daria mais de US$ 245 mil. Trazendo para a realidade brasileira, Thomas está muito próximo de perder mais de R$ 1,3 bilhão por não conseguir se lembrar de uma única senha. O caso insólito foi publicado pelo jornal The New York Times nesta terça-feira, 12. Thomas, que trabalha como programador em São Francisco, recebeu os bitcoins em 2011 como pagamento por ter feito um vídeo explicando como funcionam as criptomoedas. À época, cada bitcoin era cotado a aproximadamente US$ 32.

Em entrevista ao jornal norte-americano, o alemão afirma que escreveu a senha de acesso em um pedaço de papel, que agora sumiu. O dinheiro está armazenado em um hard drive chamado de IronKey, que permite 10 tentativas. O programador já tentou oito combinações diferentes, e caso erre mais duas, a fortuna ficará bloqueada para sempre. “Eu simplesmente ficava deitado na cama e pensava a respeito. Então, eu ia para o computador com alguma estratégia nova, e não funcionava, e eu ficava desesperado de novo”, afirmou ele ao jornal. Apesar da situação angustiante, o caso de Thomas está longe de ser uma exceção. Aproximadamente 20% das contas de bitcoin, com soma de US$ 140 bilhões (R$ 744,8 bilhões), estão perdidas ou bloqueadas, de acordo com levantamento da corretora de criptomoedas Chainalysis. A Wallet Recovery Services, empresa especializada na busca de senhas perdidas, afirma que recebe 70 pedidos por dia de pessoas em busca de soluções para desvendar senhas esquecidas. O número é três vezes maior do que um mês atrás e acompanha a disparada vertiginosa do bitcoin nas últimas semanas.