Uma remessa de duas milhões de doses da vacina contra a Covid-19 deve chegar em São Paulo às 6h55 desta terça-feira, 23. Elas serão então encaminhadas para o Instituto de Tecnologia de Imunobiológicos, no Rio de Janeiro, para rotulamento e distribuição, de acordo com o Programa Nacional de Imunizações. O lote está sendo transportado pela companhia aérea Emirates em um voo que decolou de Mumbai, na Índia, às 2h da madrugada de segunda-feira, 22. As doses foram produzidas pelo Instituto Serum e desenvolvidas pela empresa farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford.

A importação das vacinas é uma estratégia para acelerar a campanha de vacinação contra o novo coronavírus no Brasil enquanto a Fiocruz trabalha na produção local do imunizante da AstraZeneca-Oxford. Segundo a farmacêutica, a fundação vai produzir 100,4 milhões de doses de vacinas até julho, a partir de um ingrediente farmacêutico ativo importado. Em janeiro, duas milhões de doses prontas já foram trazidas da Índia. Além das outras duas milhões que devem chegar nesta terça-feira, 23, mais oito milhões de vacinas estão previstas para os próximos meses.

*Com informações da Agência Brasil