O presidente Jair Bolsonaro esteve em Goianápolis, interior de Goiás, a 190 quilômetros de Brasília, onde cumpriu compromisso fora da agenda oficial no último sábado, dia 17. Pela manhã, ele saiu de helicóptero do Palácio da Alvorada e pousou em um campo de futebol. No local, cumprimentou, conversou e tirou fotos com pessoas que se aglomeravam, muitas delas sem máscara, atrás de uma cerca. Também sem o uso de máscara, o presidente cumprimentou centenas de apoiadores de diferentes idades e, no final, chegou a carregar uma criança pequena no colo.

As imagens foram registradas pelo líder do PSL na Câmara, deputado Vítor Hugo, aliado de primeira hora do governo no parlamento. Na mesma cidade, o presidente parou em um posto da Polícia Rodoviária Federal. A agenda de Bolsonaro mobilizou dois helicópteros oficiais da Presidência da República. Na comitiva dele, estavam o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. Demitido há três semanas do Ministério da Saúde, o general da ativa vai ser um dos principais alvos da CPI da Covid-19, no Senado. Mesmo assim, há a possibilidade de, nos próximos dias, ser nomeado para a Secretaria Especial de Modernização do Estado.

*Com informações do repórter Levy Guimarães