O Brasil superou a marca de 340 mil mortes por Covid-19 ao registrar 3.829 novos óbitos nas últimas 24 horas. Com isso, o total de vítimas fatais no país é de 340.776. No mesmo período, foram contabilizados 92.265 novos casos da doença, aumentando o total de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e suas variantes para 13.193.205. A média móvel de mortes voltou a aumentar, indo para 2.752, assim como a média de novos casos de Covid-19, que foi para 63.494. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) através de atualização de boletim realizada às 18h desta quarta-feira, 7. As  informações fazem com que o Brasil siga sendo o segundo país mais atingido pela pandemia em números absolutos, superado apenas pelos Estados Unidos, com 30,9 milhões de casos e 558 mil mortos.

Os indicadores da Covid-19 no país mostram o avanço da pandemia. A taxa de mortalidade voltou a subir, indo para 162,2 a cada 100 mil habitantes, assim como a taxa de incidência da doença, que saltou para 6.278,1 a cada 100 mil habitantes. O indicador que seguiu estável foi a taxa de letalidade, que se manteve em 2,6%. Em termos absolutos, São Paulo é o Estado mais atingido pela Covid-19, com 2,5 milhões de casos e quase 80 mil mortes pela doença. Já em termos proporcionais, o Amazonas detém o primeiro lugar da lista de maior mortalidade (293,8 a cada 100 mil habitantes), enquanto que Roraima possui a maior taxa de incidência (14.983,6 a cada 100 mil habitantes).