O Brasil registrou 4.249 novas mortes causadas pela Covid-19 nas últimas 24 horas e bateu um novo recorde diário. Até então, a marca havia sido superada na última terça-feira, 6, quando foram contabilizadas 4.195 novas vítimas fatais. Essa foi a segunda vez que o recorde foi ultrapassado em apenas um dia. Com isso, o total de mortos desde o começo da pandemia foi para 345.025. No mesmo período, o país somou 86.652 novos casos da doença, elevando o total de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e suas variantes para 13.279.857. A média móvel de mortes seguiu a tendência de alta, indo a 2.820. Por outro lado, a média de novos casos diários da doença caiu de 63.494 para 62.859 nas últimas 24 horas. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) através de atualização de boletim realizada às 18h desta quinta-feira, 8.

Em números absolutos, o Brasil segue sendo o segundo país mais afetado pela pandemia, superado apenas pelos Estados Unidos, que somam 30,96 milhões de casos e 559 mil mortes causadas pela Covid-19. Os indicadores da doença seguem mostrando tendência de piora nos últimos dias. A taxa de mortalidade foi para 164,2 a cada 100 mil habitantes enquanto que a taxa de incidência aumentou para 6.319,3 a cada 100 mil habitantes. Por sua vez, a taxa de letalidade seguiu estável em 2,6%. O Estado de São Paulo segue sendo o mais atingido pela pandemia, com 2.597.366 casos e 80.724 mortes causadas pela Covid-19.