O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, acredita que até o fim de abril todos os idosos acima de 60 anos estarão vacinados contra a Covid-19 na capital paulista. “Só ontem vacinamos 50 mil idosos com mais de 74 anos. O município tem experiência muito grande em vacinação e estamos fazendo esforço para que, na próxima semana, iniciemos a imunização dos 72 anos. No dia 29 de março, de 70 e 71 anos. Se Deus quiser, até o final de abril, a gente vai vacinar todos os idosos acima de 60 anos na cidade.” De acordo com ele, todos estão esperançosos com a possível aprovação e compra de novas vacinas. Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, o secretário apresentou preocupação com a situação da pandemia neste momento.

“Nós precisamos ter ações conjuntas, coletivas, e não só do poder público que já tem feito um esforço gigantesco, assim como o setor privado. Precisamos da colaboração da população, que precisa acreditar que as medidas de isolamento, uso de máscara, são fundamentais para reduzir a transmissão, a taxa dos leitos e internações. Foi graças à essa compreensão e a forma que o sistema se organizou que superamos momentos muito difíceis no ano passado”, completou. Para ele, as pessoas precisam colaborar e o sistema de saúde fazer esforço limite para, nos próximos 15 dias, reverter um pouco o trágico cenário que assola o Estado e o país.

Edson Aparecido prevê que ainda teremos momentos muito difíceis pela frente. “Nós procuramos fazer a análise e o estudo do cenário da pandemia, da forma que se transmite e que as pessoas estão reagindo. É uma doença nova, as novas variantes que acometem jovens adultos, diferente do ano passado. Seguramente, nós teremos um período que não será pequeno para reduzir os números. [Precisamos] criar uma situação de isolamento para impedir transmissibilidade, avançar na vacinação”, projeta. A cidade de São Paulo tem, hoje, ocupação de 88% nas UTIs e 79% nas enfermarias. Foram abertos 130 novos leitos de UTI e 425 de enfermaria serão liberados ao longo da semana. De acordo com o secretário, a liberação de novas unidades são feitas diariamente.