A cidade do Rio de Janeiro deve atingir uma marca simbólica nesta semana: dois milhões de vacinados contra a Covid-19. A Prefeitura estima que até o meio da semana a meta será atingida. Na cidade, a população é composta por cerca de seis milhões de pessoas. Por enquanto, estão sendo priorizados aqueles que fazem parte de grupos especiais, como os idosos e os com doenças pré-existentes. No Rio de Janeiro, a Prefeitura começa a vacinar também, a partir desta segunda-feira, 24, as pessoas que moram nas ruas — número que tem aumentado cada vez mais em consequência dos problemas sociais e financeiros agravados pela pandemia da Covid-19.

A estimativa inicial apontou que devem ser imunizadas sete mil pessoas em situação de rua. No entanto, como a pandemia não foi embora e as consequências sociais e econômicas ainda estão presentes, muito provavelmente esse numero está superestimado — uma vez que tem aumentado, dia após dia, a quantidade de pessoas vivendo em condições de rua na capital fluminense. A partir desta semana, a Prefeitura e o governo do Estado também vão começar a imunizar a população carcerária — atendendo regras e parâmetros adotados pelo Plano Nacional de Imunização.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga