Pelo menos seis pessoas morreram após fortes chuvas atingirem a Zona da Mata e a região do Alto Caparaó de Minas Gerais no domingo, 21. Após horas de operação na cidade de Santa Maria de Itabira, o corpo de bombeiros do estado encontrou na manhã desta segunda-feira, 22, o corpo de um menino de cinco anos soterrado na própria casa. Além da criança, outras três pessoas que estavam na residência morreram e tiveram os corpos resgatados. No total, seis pessoas morreram na região em decorrência de soterramentos e alagamentos. “A equipe está realizando, conjuntamente com o outros órgãos, a análise da situação e irá dar todo o suporte necessário à cidade”, afirmou a Defesa Civil do estado em nota oficial.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, foi até o município de pouco mais de 10 mil habitantes para conversar com moradores e conferir a situação da cidade. “Helicópteros do Estado foram deslocados para ajudar nos trabalhos de resgate. Um caminhão com ajuda humanitária com colchões e kits de higiene também já partiu rumo ao município. Nossa solidariedade a todos que vêm sofrendo com as chuvas em Minas. O Estado dará suporte a todas prefeituras e população que necessitem de ajuda”, afirmou em publicação nas redes.
Ao longo do dia, a Defesa Civil lançou alertas de tempestade severa com raios, vendaval, granizo e chuva intensa para mais de 20 cidades do estado. As equipes do órgão continuam em alerta. Até o momento, não há uma estimativa exata sobre o quanto choveu na região.