O Estado de São Paulo iniciou a vacinação contra Covid-19 para pessoas com síndrome de Down. O primeiro dia da nova fase da campanha já teve mais de 1,1 mil vacinados com idade a partir de 18 anos. O objetivo é reduzir o risco de internações e mortes. O governador do Estado, João Doria, adianta que a expansão para novos grupos é avaliada constantemente através de um comitê que conta com diversas secretarias. “Todos os setores da saúde do Estado de São se reúnem para avaliar criteriosamente, passo a passo da vacinação. Eu participo, vice-governador participa, secretários. E quem pode contribuir no processo de imunização. Isso nos dá muita segurança no passo a passo.”

Para receberem as doses, as pessoas com Down devem apresentar laudo médico, diagnóstico ou tratamento e comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Além do documento de identificação. Os cadastros prévios de Unidades Básicas de Saúde também podem ser utilizados. No Brasil, a cada 700 nascimentos, um é de criança com síndrome de Down. A partir desta terça, pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos e recebem o Benefício de Prestação Continuada também serão beneficiadas com o início da vacinação. Já na próxima sexta-feira, dia 14, começarão a ser atendidos aqueles que estão na faixa de 50 a 54 anos e fazem parte deste mesmo grupo.

*Com informações do repórter Daniel Lian