A rede estadual de ensino de São Paulo poderá aplicar escolas cívico-militares após a sanção do projeto de lei aprovado na Alesp de autoria do deputado Tenente Coimbra (PSL). “Já teríamos a fase de implementação em 2021 oito escolas em oito municípios diferentes do nosso Estado. Mas a ideia é ampliar cada vez mais o projeto, que é novo em São Paulo mas já existe a mais de 20 anos em nível Brasil. Tenho certeza que trará uma oportunidade para os que desejam estudar em um ambiente com mais disciplina, onde o professor seja extremamente respeitado. E os indicies das escolas cívico-militares falam por si só. Onde ela é implementada, aumenta 20% a nota do Ideb.” A Secretaria Estadual da Educação poderá selecionar unidades para serem convertidas ao modelo dentro de critérios como área de vulnerabilidade social, desempenho abaixo da média e ofertas das etapas finais do Ensino Fundamental e Médio.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos