Uma festa clandestina com 117 pessoas foi encerrada na noite de sábado, 22, em São Paulo pelo Comitê de Blitze. Além da aglomeração, a maioria das pessoas presentes no local estava sem máscara de proteção facial. A festa estava acontecendo no bairro Freguesia do Ó, na zona Norte da capital e a operação contou com a ação do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Entre a noite de sábado e a madrugada deste domingo, 23, a Vigilância Sanitária Estadual também fez inspeção em 31 estabelecimentos comerciais, passando pelos bairros Itaim Bibi, São Miguel Paulista, Consolação, Vila Leopoldina, Lapa e Freguesia do Ó. O Comitê de Blitze foi criado no dia 12 de março pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de São Paulo com o intuito de reforçar a fiscalização e o cumprimento das medidas restritivas que visam controlar a pandemia da Covid-19. O comitê conta com agentes da Prefeitura de São Paulo – Guarda Civil Metropolitana e Covisa (Coordenadoria da Vigilância Sanitária) – e também com profissionais da Vigilância Sanitária, Procon e das Polícias Civil e Militar por maio do Governo do Estado. Com o serviço, a população pode denunciar festas clandestinas pelo telefone 0800-771-3541, pelo site www.procon.sp.gov.br ou pelo e-mail [email protected]