O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira, 18. Heleno, que tem 73 anos, portanto é do grupo de risco da doença, contraiu o coronavírus em março de 2020, mas se recuperou bem. “O Governo Federal defende a imunização em massa e trabalha intensamente para viabilizar, no menor prazo possível, a vacinação de todos os brasileiros. É uma ação voluntária. Foi a minha escolha”, escreveu o ministro em publicação feita no Twitter.

O general não informou se foi imunizado com a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, ou com a vacina de Oxford, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A CoronaVac é criticada pelo presidente Jair Bolsonaro, que também se colocou contra a imunização obrigatória contra o coronavírus.