Com o crescente avanço da Covid-19 e os sucessivos aumentos nas internações e óbitos pela doença, o governo do Estado de São Paulo adotou uma nova ferramenta para conscientização: o uso de SMS. Mensagens enviadas à população alertam para o alto risco de lotação de leitos hospitalares e pede: “Fique em casa”. Segundo a gestão estadual, a medida busca ressaltar a importância do isolamento social durante a Fase Emergencial do Plano São Paulo, em vigor desde a segunda-feira, 15. A etapa, mais restritiva, adota o toque de recolher das 20h às 5h e impõe restrições até para serviços essenciais.

Em nota enviada à Jovem Pan, o governo de São Paulo afirmou que 44 milhões de pessoas residentes do Estado vão receber as mensagens de texto com o alerta “sobre a importância de respeito à quarentena para o enfrentamento da pandemia do coronavírus e contenção das altas taxas de transmissão do vírus”. “Governo de SP alerta! Alto risco de lotação de leitos no estado. Fique em casa. Proteja sua família. Se tiver que sair, use máscara”, diz a mensagem do governo. O disparo das mensagens começou nesta quarta-feira, 17, e deve se estender pelos próximos quatro dias. Além da campanha, feita em parceria com a Conexis Brasil Digital, o governo de João Doria também aposta em ações nas redes sociais, rádios e TVs com depoimentos de profissionais da saúde. São Paulo registrou média móvel recorde de 421 mortes diárias por Covid-19 nesta quarta-feira, quando o Estado registrou 617 novos óbitos causados pela doença nas últimas 24 horas.