O governo de São Paulo afirmou que vai distribuir parte dos 9 milhões de medicamentos do chamado “kit intubação“, anunciados em abril, na segunda quinzena de junho. A compra internacional foi divulgada pelo governador João Doria no mês passado, quando os estoques estavam em níveis críticos. O secretário da Saúde, Jean Gorintchteyn, diz que parte do carregamento chegará ao Estado nas próximas semanas. “Nós temos todo uma tratativa legal para poder fazer a aquisição de qualquer produto, mesmo de forma emergencial. Estamos agora na análise das propostas das empresas internacionais que foram convocadas. E já a partir da segunda quinzena de junho estaremos recebendo pelo menos 3,5 milhões de medicamentos”, disse. Atualmente, os estoques da rede pública estão sendo remanejados e não há riscos de desabastecimento. De acordo com os dados da secretaria, 23.099 pessoas estão hospitalizadas, sendo mais de 10 mil em unidades de terapia intensiva. As taxas de ocupação de leitos de UTI estão em 80,9% no Estado e 77,7% na Grande São Paulo. Os dados são de quarta-feira, 26. Devido a uma atualização no sistema do Censo Covid, os indicadores não foram disponibilizados nesta quinta.

*Com informações da repórter Nanny Cox