Duas medidas populares, que devem entrar em vigor nesta semana, podem ajudar a alavancar a imagem do até então desconhecido novo governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro. Ele tomou posse no final de semana após o governador eleito Wilson Witzel ser impeachado e cassado na ultima sexta-feira, dia 30 de abril. Nesta semana, o governo estadual começa a pagar o programa Supera Rio, idealizado na Alerj. O programa vai destinar até R$ 300 para famílias mais pobres do Estado do Rio de Janeiro acometidas pela pandemia da Covid-19.

Devem ser gastos cerca de R$ 3 bilhões com esse programa de assistência social. O próprio Cláudio Castro deve anunciar também nesta semana um programa para fortalecer o policiamento em algumas localidades do Rio de Janeiro. Diferente de Witzel, Castro é defensor de uma polícia mais investigativa e que atua de forma cirúrgica, mais no campo da inteligência. Wilson Witzel chegou a dizer, após ser eleito, que defenderia uma polícia mais bélica e que ela estaria autorizada a dar um tiro na cabecinha dos bandidos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga