O ano de 2020 foi excepcional para o bitcoin. A moeda digital atingiu valorização de 423%, atraindo investidores como o bilionário empreendedor Elon Musk e roubando a atenção de todo o planeta. Mas, afinal, o que é bitcoin? Resumidamente, é uma moeda 100% digital criada em 2008, que utiliza uma tecnologia conhecida como blockchain e é minerada por rede de computadores. Seu valor se dá basicamente por ser uma moeda segura, independente e escassa, que pode ser fracionada. Além do bitcoin, a chamada nova economia digital envolve outras criptomoedas, ativos digitais, e está sendo considerada uma verdadeira revolução na relação das pessoas com o dinheiro. Em 2013, surgiu o Mercado Bitcoin, uma plataforma criada justamente com a missão de democratizar o acesso a esses ativos alternativos com liquidez e segurança.

Hoje, o Mercado Bitcoin é a maior plataforma de negociação de criptomoedas e ativos alternativos da América Latina, com 2,3 milhões de clientes e mais de R$ 19 bilhões negociados desde seu início. Uma exchange que preza a liberdade, a transparência e a segurança. E assim conquistou seu lugar entre as 25 mais confiáveis do mundo, segundo estudo conduzido pelo Blockchain Transparency Institute (BTI). Muito focado na educação do público, o Mercado Bitcoin é uma excelente fonte de informação sobre investimentos e questões relacionadas à nova economia digital, com alertas sobre os possíveis riscos do mercado, publicando constantemente conteúdos exclusivos em seu blog, nas redes sociais e no canal do YouTube. Com isso, o objetivo é ajudar a fomentar uma cultura de investimentos baseada no planejamento e na busca por informações para que as pessoas possam alcançar suas metas de um modo mais seguro e consciente. 

Cada vez mais, o Mercado Bitcoin oferece novos ativos e opções de investimentos digitais. O ecossistema se mostra cada vez mais maduro, respondendo às variações e se movimentando, e apresenta possibilidades além do bitcoin”, afirma Fábio Tota, diretor de novos negócios. Uma delas é o MCO2, uma parceria com a Moss, a maior plataforma ambiental do mundo, que é a versão digital dos créditos de carbono, contribuindo diretamente para a preservação da Amazônia. O Mercado Bitcoin também disponibiliza ativos chamados “tokens”, que dão acesso a produtos e serviços como o Fan Token, uma criptomoeda que possibilita ao investidor participar de decisões de grandes times de futebol. O mais importante é saber que, na plataforma, investidores iniciantes e avançados encontram a segurança e o suporte para aproveitar, com tranquilidade, as oportunidades únicas da nova economia digital. Conheça mais sobre o Mercado Bitcoin clicando AQUI