A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista informou na noite desta quinta-feira, 18, o falecimento do prefeito Herzem Gusmão (MDB), de 72 anos, vítima de Covid-19. Segundo a nota, Gusmão morreu por volta das 21h (horário de Brasília), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde estava internado há quatro meses. Não foram passadas informações sobre o velório. As redes sociais do prefeito publicaram o mesmo comunicado e pediram orações para a família. Diagnosticado em 7 de dezembro com a doença, Gusmão foi internado primeiramente em Vitória da Conquista, no Hospital Samur, mas por conta das complicações pulmonares precisou ser transferido para São Paulo em 26 de dezembro.

Graduado em direito com especialização em jornalismo, Herzem Gusmão trabalhou como radialista por 40 anos e também foi jogador de basquete. Entrou na política em 2015 como deputado estadual e presidiu a Comissão Estadual de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia. Em 2008 e 2012 tentou o cargo de prefeito, mas somente em 2016 conseguiu se eleger. Gusmão tinha sido reeleito no 2º turno das eleições de novembro de 2020. No entanto, a vice-prefeita Sheila Lemos (DEM) é quem está no cargo desde o dia 1º de janeiro.

O governador da Bahia, Rui Costa, publicou em suas redes sociais uma nota lamentando o falecimento de Gusmão. “A pandemia continua fazendo vítimas. Recebo com muita tristeza a notícia do falecimento de Herzem Gusmão, prefeito de Vitória da Conquista, uma das grandes cidades do nosso Estado. Na política, atuamos em campos opostos, mas procurando sempre cumprir a nossa missão. Minha solidariedade aos familiares e amigos do prefeito Herzem Gusmão. Que Deus os conforte neste momento de dor”, escreveu.

Nota de falecimento

É com mais profundo pesar que informamos o falecimento do Prefeito de Vitória da Conquista, Sr….

Publicado por Herzem Gusmão em Quinta-feira, 18 de março de 2021