A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta quinta-feira, 2, um decreto que estende algumas medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 e flexibiliza outras. Ficou estabelecido que as aulas presenciais nas escolas municipais e particulares voltarão a acontecer na terça-feira, 6. Já os estádios do Maracanã, Engenhão e São Januário estão autorizados a receber partidas esportivas somente a partir da sexta-feira da semana que vem, 9. Nesse mesmo dia, será liberado o funcionamento dos comércios considerados “não essenciais”, como bares, restaurantes e shopping centers. No entanto, esses estabelecimentos deverão abrir em horários reduzidos e escalonados. As praias, porém, permanecerão fechadas pelo menos até o dia 19 de abril, sendo proibido permanecer na areia ou tomar banhos de mar. O mesmo vale para os parques da cidade, o comércio de ambulantes, a realização de festas e os esportes coletivos.

Sputnik V

A Prefeitura do Rio de Janeiro também anunciou a compra de oito milhões de doses da Sputnik V, vacina contra a Covid-19 desenvolvida na Rússia. No entanto, a expectativa é que os lotes só cheguem em grande volume a partir do segundo semestre. Devido a um acordo de confidencialidade, o valor da compra não foi divulgado. No entanto, é sabido que a cidade vizinha de Niterói pagou US$ 9,95 por cada uma das 800 mil doses adquiridas. A Anvisa ainda não autorizou o uso permanente ou emergencial da Sputnik V no Brasil, mas já início os trâmites para análise do imunizante russo.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga