A Prefeitura do Rio de Janeiro vai abrir nesta quarta-feira, 17, mais 149 escolas para ensino presencial de alunos da pré-escola, 1º e 2º ano do ensino fundamental. A previsão era que o município iniciasse a segunda fase das aulas presenciais, com a inclusão de alunos com mais de oito anos, nesta quarta. No entanto, o retorno foi adiado em 15 dias. O órgão municipal não confirma abertamente se o avanço da pandemia de Covid-19 seria o motivo para a mudança. Até o momento, 270 escolas da rede municipal estavam abertas para receber estudantes do ensino fundamental. Com os novos 149 colégios reabertos nesta quarta, passam a ser mais de 400 unidades em funcionamento para as atividades presenciais dessa faixa etária, que inclui crianças de quatro a oito anos, explica o secretário municipal de educação, Renan Ferreirinha.

“Queremos expandir mais os alunos da primeira fase antes de ampliar para a segunda fase. Inclusive, nesta quarta-feira, mais escolas retornarão para o ensino presencial para os anos escolares já permitidos, que são da pré-escola, primeiro e segundo ano do ensino fundamental, que são os alunos em média de quatro a oito anos, uma fase crucial do desenvolvimento”, disse. A rede municipal de educação do Rio de Janeiro tem mais de 1.500 colégios espalhados por toda a cidade. Os alunos que não estão estudando presencialmente podem ter acesso ao ensino remoto. Porém, há muitas reclamações de pais e alunos pela dificuldade no acesso.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga