O corpo de bombeiros da cidade de Athenas, no Alabama, nos Estados Unidos, resgatou na última semana uma mulher que invadiu um terreno da cidade para nadar em um tanque de 21 metros de profundidade, altura equivalente a um prédio de sete andares, por diversão. As equipes foram acionadas após um policial aposentado que mora ao lado do tanque d’água flagrar a mulher invadindo o espaço e subindo a escada de acesso para a “piscina improvisada”. Dois bombeiros subiram no tanque, encontraram ela nadando pacificamente no local e convenceram a mulher a ir até eles para poder ser retirada. O espaço teria ficado com a escotilha de acesso aberta após passar por uma pintura de revitalização na semana anterior, o que facilitou a entrada da invasora.

“Nós agradecemos aos vizinhos por terem contatado as autoridades porque poderíamos ter um final muito diferente para esta história”, afirmou o chefe de polícia da região, Floyd Johnson, em posicionamento publicado pela prefeitura da cidade nas redes sociais. O responsável pelo departamento de águas da prefeitura da cidade, Jimmy Junkin, afirmou que o tanque foi drenado e sanitizado após a invasão para que o abastecimento de água de Athenas não fosse afetado. A mulher, que não teve qualquer ferimento aparente e também não teve identidade revelada, foi encaminhada para exame psicológico.