O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou na sexta-feira, 27, que um brasileiro e seus familiares, que não possuem nacionalidade brasileira, foram resgatados do Afeganistão. Na quinta-feira, 26, o “Isis-K“, braço afegão do Estado Islâmico, realizou atentos terroristas no aeroporto de Cabul. A família foi levada para Madri em um voo organizado pelos governos da Espanha e da Alemanha. Ainda não há informação de quando os familiares chegarão ao Brasil. A identidade deles também não foi divulgada. Agora, o Itamaraty trabalha para tentar resgatar um segundo brasileiro que continua no Afeganistão. Outros três brasileiros manifestaram interesse de permanecer no país.