Pelo menos 14 pessoas morreram e outras 14 estão desaparecidas após um bote a motor colidir em uma embarcação no rio Hullaga na região de Loreto, na Amazônia peruana, neste domingo, 29. De acordo com o ministro da Defesa do Peru, Walter Ayala, o bote tinha cerca de 80 passageiros e os corpos de 12 deles foram encontrados ainda no domingo. Outros dois corpos foram achados nesta segunda e 14 pessoas ainda estão desaparecidas. O resgate está a cargo da Marinha de Guerra do Peru, que enviou mergulhadores para localizar os desaparecidos no rio perto do porto de Zamora, próximo ao distrito de Yurimaguas. Seis passageiros feridos foram levados para o centro de saúde do Alto Amazonas para receberem tratamento, enquanto cerca de 60 pessoas foram resgatadas pela Marinha e por embarcações particulares. O ministro acrescentou que os condutores das embarcações envolvidas no acidente foram detidos para estabelecer a responsabilidade pelo acidente e determinar se houve infrações ou deficiências no transporte de passageiros pelo rio. Os passageiros faziam parte da congregação religiosa da Nova Jerusalém, de acordo com a imprensa local.

*Com informações da EFE