Agora é a vez de Lisboa, em Portugal. Os golfinhos voltaram ao rio Tejo e a visita já provocou uma nova onda de turismo. A pandemia diminuiu a poluição graças à redução do tráfego de barcos e navios, tornando o ambiente mais hospitaleiro para os mamíferos marinhos. A bióloga e guia Ines Matado diz que agora vê os golfinhos com muito mais frequência e tem compartilhado seu conhecimento com turistas em expedições para chegar perto dos animais. O oceanário de Lisboa organiza os passeios de barco no rio Tejo para observar os golfinhos e explorar a vida selvagem marinha nas águas que circundam a capital portuguesa. É uma experiência única para quem se interessa pela biodiversidade marinha. A viagem na lancha custa quase 50 euros para crianças e 60 euros para quem tem mais de 13 anos de idade — cerca de R$ 300 e R$ 400, respectivamente. O passeio dura duas horas e meia.

*Com informações da repórter Elisângela Almeida