O furacão Ida perdeu o status de tempestade tropical e tocou a terra nesta sexta-feira, 27, na Isla de la Juventud, no sul de Cuba, com ventos constantes de 120 km/h, segundo informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC). Com a troca de status, Ida se tornou o quarto furacão da atual temporada do Atlântico. Por volta das 15h, no último boletim divulgado pelo NHC, o furacão estava a cerca de 10 quilômetros de distância da Isla de la Juventud e a 245 quilômetros do ponto mais ao leste de Cuba. No local, 2,4 mil pessoas precisaram deixaram suas residências para serem abrigadas por vizinhos, amigos e parentes, informou a Agência de Notícias Cubana (ACN), administrada pelo Estado. Ele se desloca com velocidade de 24 km/h e traz fortes ventos, chuvas e ressacas marítimas em toda região do Caribe.

Os ventos seguem em direção à costa sul dos Estados Unidos, com previsão de chegada no domingo e devem ganhar força. Além do município de Isla de Juventud, as províncias de Pinar del Rio e Artemisa estão em estado de alerta. Fora de Cuba, alertas também foram emitidos para toda a costa do Golfo do México norte-americano, desde a cidade de Cameron, no estado da Louisiana, até a fronteira entre os estados de Mississipi e Alabama, assim como para a região metropolitana de Nova Orleans e as áreas de Lake Pontchartrain e Lake Maurepas. A previsão é de que o Ida se converta em um furacão de categoria ainda maior.