A Guarda Costeira dos Estados Unidos apreendeu cerca de US$ 1,4 bilhão em drogas nos últimos dias. Essa foi a maior apreensão da história da agência registrada até agora. No material, 27 toneladas de cocaína e mais de 600 quilos de maconha. Foram mais de 20 intervenções separadas que aconteceram em cerca de 10 dias. A ação foi feita de forma conjunta com a alfândega do país, a patrulha de fronteira e agentes da Marinha canadense. Ela aconteceu no mar do Caribe e também no Pacífico, nas fronteiras do Estado da Flórida. Todo o material já foi descarregado no Port Everglades, onde deve ser incinerado nesta sexta-feira, 6.

De acordo com as informações, essas apreensões em tão pouco tempo não são comuns. O chefe da Guarda Costeira dos EUA afirmou que encontrar algo tão grandioso é como procurar uma agulha em um palheiro. As autoridades disseram que as organizações criminosas transnacionais são a maior ameaça para os condados e regiões onde as drogas foram apreendidas e apresentam um sério risco para o Canadá e Estados Unidos. Vale ressaltar que, somente no ano passado, 93 mil pessoas morreram de overdose de drogas — o que torna a apreensão ainda mais significativa. A quantidade de drogas encontrada na operação é mais que o dobro da confiscada pelos americanos em todo o ano de 2020.

*Com informações do correspondente Eliseu Caetano