Pelo menos 16 pessoas morreram depois que um rio transbordou e inundou o hospital do Instituto Mexicano do Seguro Social (IMSS), na cidade de Tula, no Estado de Hidalgo, no México, após fortes chuvas que começaram nesta segunda-feira, 6.  Segundo as autoridades mexicanas, em alguns pontos a inundação ultrapassou dois metros de altura. O diretor geral do hospital, Zoé Robledo, disse, em um vídeo publicado em sua conta no Twitter, que na hora do incidente havia 104 trabalhadores na unidade e 56 pacientes hospitalizados por diferentes razões, vários deles, cerca de metade deles, por problemas relacionados à Covid-19. “Quarenta camas de hospitalização [do hospital] estavam na planta baixa e, em 20 minutos, a água subiu”. Ainda segundo Robledo, durante a inundação, houve interrupção no fornecimento de energia para todo o município, e, com isso, a central elétrica do edifício foi inundada. O hospital teve de ser evacuado e os pacientes foram levados para outras instituições de saúde da cidade. Segundo o governador de Hidalgo, Omar Fayad, cinco abrigos temporários foram instalados na região para ajudar os moradores que tiveram as casas afetadas.